Como zelar pela segurança no ambiente de trabalho.

Uma coisa é certa: ninguém está livre do cansaço e do estresse, por isso todo cuidado é necessário para evitar o desenvolvimento de doenças ocupacionais e os acidentes de trabalho. E uma das maneiras para promover um ambiente saudável, tanto do lado físico quanto no mental, é investir em ações como a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat).




O que é a Sipat?


É uma atividade que contribui ativamente para a redução de acidentes de trabalho nas empresas, prevista na legislação brasileira, e faz parte do conjunto de atribuições obrigatórias da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), de acordo com a NR-5 e a portaria nº 3.214, de 08 de junho de 1978. Ela já foi citada no Decreto nº 34.715 de 27 de novembro de 1953, porém, tinha um caráter de comemoração e não de obrigatoriedade. O item 5.3 da norma mais recente declara ser necessário:


“i) promover, anualmente, em conjunto com o Serviço Especializado em Segurança

e em Medicina do Trabalho (SESMT), onde houver, a Semana Interna de Prevenção

de Acidentes do Trabalho – Sipat, conforme programação definida pela Cipa.”




O que é a Cipa?


A mesma NR-5 entende que a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Cipa) é um órgão interno, composto por empregados e empregadores, obrigatório para empresas privadas, públicas ou instituições aptas a admitir trabalhadores, e seus empregados contratados com carteira assinada. Ela tem a finalidade de prevenir acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, de modo a tornar compatível o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador.


E os EPIs?


A NR-6 entende que um Equipamento de Proteção Individual (EPI) é todo dispositivo ou produto de uso individual destinado a proteger a saúde e a integridade física do trabalhador. Exemplos: capacetes, óculos, abafador de ruídos, luvas, roupa, calçados, protetor auditivo etc.


Fornecer itens de proteção ao trabalhador é dever do empregador, assim como exigir o seu uso durante jornada de trabalho.


Orientações sobre o controle da exposição ao risco e informações sobre a importância do uso correto desses equipamentos, são ações necessárias para proteger a saúde física dos funcionários.



Ações que envolvem a conscientização sobre a adoção de medidas individuais de proteção à saúde do trabalhador podem ser trabalhadas na Sipat.



Como trabalhar a Sipat?


A semana interna de conscientização deve ser realizada anualmente pelas empresas, com conteúdos teóricos e práticos que relembrem e reforcem as normas de conduta e segurança, assim como as orientações a respeito do comportamento.


As empresas são livres para planejarem a programação, definirem os temas e a forma de apresentação para os colaboradores. Essa liberdade pode e deve ser aproveitada para promover experiências que os envolvam e facilitem a absorção das informações, ressaltando a importância de serem colocadas em prática para o bem de todos.



Alerta para a segurança física


A saúde dos funcionários também faz parte da segurança, que pode ser trabalhada nas empresas com uma experiência visual interessante, ressaltando, por exemplo, a importância da alimentação saudável para o bem-estar físico.


Utilizando linhas coloridas, os colaboradores são convidados a responder perguntas sobre o que comem durante o dia. Essas linhas do tempo podem, ainda, segmentar as respostas, com cores diferentes para cada faixa etária, gênero ou setor da empresa.


Saúde é o que interessa


No decorrer da experiência, teremos uma composição gráfica bem reveladora. De acordo com a resposta do usuário, as linhas criam um dashboard artesanal que representa os hábitos daquela organização.



Esse resultado dá margem a reflexões sobre nossa vida em sociedade e nossa relação com a comida, a rotina e a saúde. Pode ser o pontapé para dinâmicas e mudanças de comportamento nas refeições dentro e fora da empresa, no cuidado com as escolhas e como essas decisões impactam na nossa disposição, imunidade, autoestima e nosso rendimento, entre outros fatores relevantes para o bem-estar pessoal e corporativo.





10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo