Buscar

O próximo passo.


O final do ano sempre reserva para a economia do país uma expectativa grande de faturamento, principalmente para o varejo. Tal atividade comercial em seus tradicionais canais de venda como shopping centers, lojas de rua etc., vivem um grande momento de incerteza pela “ameaça” on line.


Mas e aí, será que o varejo vai acabar? Há algum tempo esta nuvem paira sobre pensamentos e também bate-papos de profissionais da área de marketing. A previsão catastrófica em um cenário com escassez de emprego parece se agravar. Contudo, acredito que não.


Como qualquer atividade no mundo atual, em que todas se veem no desafio do próximo passo para esta revolução de integração de plataformas e dados que está acontecendo agora, com o varejo não será diferente. A necessidade de ser omni channel já é dever de casa antigo, assim como gerar experiência presencial com a marca será amanhã.



A gigante Alibaba e o novo varejo.


Os canais de varejo tradicionais estão sendo transformados por aplicações tecnológicas que, cada vez mais, fazem com que a marca conheça o seu consumidor, através das informações por ele disponibilizadas em app, dispositivos etc. Aliado a isto, as experiências em lojas físicas se tornam essenciais para atrair o seu “protagonista” e, principalmente, fidelizá-lo.


Mais além, as campanhas de varejo cada vez mais necessitam se aproximar do público de forma personalizada, automatizada e presencial, tornando-o verdadeiramente o protagonista da marca.

35 visualizações

Ativação Live Marketing - Avenida João Batista Parra, 633

Sala 801 - Praia do Suá - Vitória/ES  - CEP 29052-123

  • LinkedIn
  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon